As 5 maiores editoras da América Latina

Você sabia que o Brasil ocupa as 3 primeiras posições entre as maiores editoras da América Latina? Sim é verdade, e se você quer saber mais sobre as outras, basta seguir e ver a nossa lista abaixo:

1° Lugar: Somos Educação

A antiga “Abril Educação”, que agora atende pelo nome de Somos Educação conseguiu uma marca histórica, sendo ela a mais bem-sucedida de toda América Latina.

A empresa tem conseguido se destacar, graças a seus bons investimentos, sendo ela muito bem aplaudida pelo público brasileiro (e até mesmo de fora). A empresa tem conseguido um faturamento de mais de R$ 600 milhões por ano desde 2010.

A medalha de ouro é muito bem colocada nessa empresa graças a seu bom desempenho, se tomando o primeiro lugar entre as maiores editoras da América Latina.

2º Lugar: Saraiva

Você com certeza já deve ter lido ou pelo menos ouvido falar em algum livro da Saraiva, não é mesmo? Pois ela fica atrás apenas da Somos Educação em toda a América Latina, e atualmente consegue a nossa medalha de prata.

Além de grandes obras literárias, a empresa consegue empacar uma enorme força no mercado, força essa que a leva a conseguir cerca de R$ 500 milhões todos os anos.

Embora nem todo mundo saiba, a Saraiva está caminhando rumo ao sucesso cada vez mais, tendo livros que estão sempre em alta e se renovando ano após ano. Pode-se dizer que essa livraria é o que chamamos de orgulho brasileiro.

3° Lugar: Editora FTD

A FTD, outro orgulho brasileiro, ocupa o terceiro lugar e suas conquistas são bem plausíveis. Raramente a marca tem uma queda nas vendas, e ela está também entre as 58 editoras mais bem-sucedidas do mundo, assim como as anteriores.

A literatura da FTA está sempre nas maiores livrarias, e parece que a empresa tem a receita certa para qualquer livro, sempre escolhendo os melhores para lançar.

Pode-se ver o por que está entre as maiores editoras da América Latina, não? A empresa tem conseguido também uma marca respeitável de mais de R$ 400 milhões ao ano.

4° Lugar: Editora Monte Ávila (Venezuela)

A Venezuela aparece em quarto lugar com a maior livraria do país, faturando mais de R$ 350 milhões ao ano (valor convertido), e se provando uma verdadeira potência de livros venezuelanos.

Os leitores comprovam que os maiores livros de sucesso são da Monte Ávila, que tem o respeito de praticamente todos os leitores do país, e já se tornou uma marca registrada na Venezuela.

Monte ávila conseguiu o respeitado 4° lugar entre as maiores editoras da América Latina e suas vendas dizem o porquê.

5° Lugar: RandomHouse e Planeta juntas (Argentina)

Infelizmente, é impossível dizer qual das editoras argentinas pegam o 5° lugar entre as maiores editoras da América Latina. Por que? As editoras têm disputado o título de melhor da Argentina desde 2015, e elas ficam sempre reversando entre as melhores do ano.

Para se ter uma ideia do que estamos falando, o TOP 20 de livros mais vendidos da Argentina fica sempre com os nomes das duas estampados, deixando com que a lista toda seja praticamente delas.

Por isso, o respeitado 5º lugar terá que ser divido entre elas, mas tendo em mente que o valor estipulado delas é de mais de R$ 280 milhões anuais.

Conclusão

O Brasil fica de parabéns por conseguir colocar 3 nas primeiras posições, mas a Venezuela e a Argentina também merecem reconhecimento, já que conseguem muito bem colocar as suas entre as 5 maiores editoras da América Latina. Nosso incentivo é que você se mantenha ativo na leitura, já que essa atividade dar um ar de intelectualidade.